Nota de esclarecimento do BlogProgSP sobre a escolha dos representantes.

A Comissão Estadual do BlogProgSP, em nota esclarece a escolha de votação dos seus representantes, embasada na forma que foi encaminhada pela Comissão Nacional através do Presidente do Centro de Estudos da Midia Alternativa Barão de Itararé – Altamiro Borges.
Nos foi passada pelo Miro que precisariamos escolher um represente dentro da Comissão Organizadora ( membros que organizaram o Encontro Estadual)  para representar a Região Sudeste dentro da Comissão Nacional.
Assim sendo, e seguindo o encaminhamento do Nacional , coloco o trecho explicativo da nossa Representante Paula Marcondes : 
A comissão organizadora do BlogProgSP, em um sistema de votação (conforme orientado pelo Nacional), elegeu o Sérgio Telles (RioBlogProg) para representar a Região Sudeste junto ao Nacional e Aparecido Araújo e Paula Marcondes para representar a comissão organizadora de SP. Da mesma forma, as comissões do RioBlogProg e do BloguemusMG elegeram, respectivamente, Theo Rodrigues e Miguel do Rosário para representar o RJ e Beto Mafra e Michael Rosa para representar MG. Ambos estados também votaram em Sérgio Telles como representante da região Sudeste. Espírito Santo está sem comissão e por isso não entrou no processo.

Entramos em contato com o Barão na semana passada, e a Daniele , que trabalha no local, avisou que deveríamos encaminhar até o dia 22 os nomes e assim o fizemos.
Ressalto que nosso processo de votação seguiu orientação do Blog Prog Nacional

Em virtude disso, posto aqui o nosso posicionamento sobre esta questão:

1) O movimento de blogueiros ainda está sendo construído coletivamente (que ainda pode ser melhorado), é algo novo no Brasil e nos Estados. Nesse processo, existem os que trabalham colocando a mão na massa (comissões organizadoras), os blogueiros que participam do blogprog indo aos eventos, e aqueles que não apoiam o blogprog, nem se acham blogueiros progressistas

2) Temos que analisar todo esse processo por uma visão mais holística, interdisciplinar, estratégica, e multitemporal (a curto, médio e longo prazo), analisando a nossa atuação não só como ativistas virtuais, mas também como atores políticos na luta por uma causa, e como tais, com potencial para interferir em políticas públicas de governos e de parlamentos, de modo a buscar efetivamente o interesse do povo brasileiro na questão da internet, banda larga e assuntos correlatos. Desse modo, receio que anular a nossa votação, e possibilitar que qualquer pessoa que se intitula blogueiro possa representar SP no Nacional, é contraproducente, ineficiente, ineficaz, e não contribuiria para buscar efetivamente o interesse do povo brasileiro. E explicamos os motivos disso:

a) O movimento de blogueiros é novo, recente, ainda está começando a ganhar força. A grande mídia ainda tem uma força avassaladora. Até se consolidar, o movimento de blogueiros precisa daqueles que estão colocando a mão na massa, daqueles que fizeram uns 300 telefonemas para que os encontros estaduais conseguissem ser realizados, daqueles que participaram de 10 reuniões para viabilizar os encontros estaduais, daqueles que vararam noites trabalhando na organização dos encontros, daqueles que foram atrás de patrocínios, daqueles que perderam muitas horas com contas e com toda a logística para os Encontros Estaduais, daqueles que fizeram os blogs, pensaram conjuntamente os textos, convidaram os palestrantes, etc. Enfim, as comissões organizadoras, no fundo, acabaram formando uma espécie de "seleção natural", ou seja, quem mostrou comprometimento, ralou, e se dedicou, está nas comissões organizadoras. Não somos melhores do que ninguém, mas sem as comissões organizadoras de hoje, nenhum Blog Prog teria existido. Nenhum.

b) De fato o Nacional encaminhou essas eleições do jeito deles e todos gostariam que as eleições dos representantes no Nacional fossem mais abertas, participativas, e de preferência na plenária do Nacional, em um horário em que todos pudessem ter voz, falar e votar. Uma atuação de bastidores do nacional levou a atuações de bastidores dos estaduais, e aí as coisas saíram do modo como vemos hoje. Poderia ser melhorado, mas foi o que aconteceu, bola pra frente, tentaremos melhorar no ano que vem. Nessa conjuntura, para representantes estaduais no Nacional, foi o Nacional quem determinou as regras, e a regra é: eleição por maioria entre as comissões organizadoras dos estaduais. Podemos melhorar isso? Claro, mas só no ano que vem, após meses de debates nos estaduais, enviando essas propostas mais participativas e abertas para o Nacional. Não adianta agora querer fazer uma "Reforma Constitucional no Nacional" apenas por São Paulo. Vai ficar pro próximo Estadual e pro próximo Nacional.


Sem  mais, 
Comissão Organizadora do BlogProgSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...